• O Procon de Caraguatatuba divulgou nesta quarta-feira (3) balanço do mês de julho. Os dados mostram a formalização de 863 procedimentos dos 1.869 atendimentos realizados pelo órgão no período. As orientações e encaminhamentos para outros órgãos totalizaram 1.006 registros.

    Pelo balanço, o mês passado registrou reclamações nos setores de telefonia celular (cobrança indevida/abusiva, contrato rescisão/alteração unilateral, Termo de Ocorrência de Irregularidade ou Termo de Ocorrência e Inspeção – TOI), transportes (rodoviário, de passageiros, cargas, aéreo, marítimo), contratos (rescisão/alteração unilateral e TOI) e informática (provedor de acesso à internet, cobrança indevida/abusiva em contrato rescisão/alteração unilateral).

    Ainda foram formalizadas 202 consultas simples; nove atendimentos preliminares; 226 Cartas de Informações Preliminares (CIPs) emitidas e, desse montante, 51 finalizadas com acordos e 161 encerradas, canceladas ou tiveram consultas concluídas; 96 reclamações abertas com o retorno da CIP e 98 reclamações receberam consulta ou foram encerradas; 20 atendimentos extra Procon (enviados para órgãos competentes); e 10 cadastros de Nota Fiscal Paulista. Das 110 audiências agendadas pelo Procon, o fornecedor não compareceu em 30.

    Para o registro da reclamação, o consumidor deve comparecer ao órgão pessoalmente ou por meio de terceiros, com uma procuração. É preciso apresentar RG, CPF e toda documentação pertinente à reclamação, como nota fiscal, ordem de serviço, comprovante de pagamento e outros. A queixa também pode ser feita online pelo aplicativo Caraguatatuba 156 ou no site http://156.caraguatatuba.sp.gov.br/.

    Atualmente, o Procon de Caraguá conta com 16 funcionários. O atendimento presencial acontece de segunda a sexta-feira das 8h às 16h30. O prédio do Procon funciona na avenida Frei Pacífico Wagner, 908, na região central do município. Mais informações pelo telefone (12) 3897-8292.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.