• Marcello Veríssimo

    Eles chegaram! Os velejadores das 115 tripulações da 49ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela se encontraram na noite desta sexta-feira (22), em clima de festa de Copa do Mundo, no Yacht Club, para celebrar a maior competição de vela oceânica da América do Sul, que reúne mais de mil velejadores brasileiros e argentinos. As regatas começam oficialmente neste domingo (24), às 12h10, logo depois dos desfiles dos barcos no Canal de São Sebastião, às 11h.

    A noite desta sexta serviu justamente para o entrosamento dos velejadores em um clima descontraído, de encontro entre amigos, antes do início da competição, que em 2023 deve comemorar cinco décadas de existência. Destas décadas, o velejador sebastianense, Mike Buser, 71, esteve presente em pelo menos três. Neste ano, ele conta que integra a tripulação do veleiro 35 pés Urânia, de São Sebastiao. “Não vai ser uma regata fácil, a previsão é de pouco vento, será uma regata longa”, diz Mike. “O vento é essencial, hoje estávamos relembrando umas histórias que os barcos andavam até para trás. O vento mediano, na calmaria, nada acontece. No relacionamento com as forças da natureza, com os seres humanos devemos sempre buscar o equilíbrio. O vento é movimento, nos impulsiona e nos faz crescer”, diz o velejador, que começou a velejar aos quatro anos, em analogia na disputa das regatas com os desafios da vida.

    A programação deste sábado começou cedo às 9h com o credenciamento para todas as classes no Salão de Eventos do Yacht Club de Ilhabela. A partir das 19h, no Race Village, acontece a abertura oficial da competição. Na sequência, às 20h, a atração é o show “Banda Local”. No mesmo horário, mas no Pier 151, ao lado da sede principal do Yacht Club, será oferecido o jantar da Marinha, somente para convidados.

    Na água

    A SVI é um berço de campeões, além de Robert Scheidt, a 49ª edição da Semana Internacional de Vela tem as presenças dos bicampeões olímpicos, Torben Grael e Martine Grael, que já estão no arquipélago, além dos medalhistas Lars Grael e Clínio de Freitas. Os velejadores olímpicos Marco Grael, Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino também estarão presentes, assim como André Fonseca, o Bochecha, com participações olímpicas e na The Ocean Race, a Regata Volta ao Mundo. Maurício Santa Cruz, pentacampeão mundial e com dois ouros Pan-Americanos, também marca presença na disputa.

    Quem também chega para esta edição é a tripulação do Bacanas 4, de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Experientes na competição, os tripulantes que conversaram com a reportagem disseram que é sempre bom estar em Ilhabela e que a vela de oceano é como uma tradição em família. “A maior felicidade é estar nesse momento, reencontrar os amigos e velejar. Sou velejador desde que nasci, só não tinha vindo aqui [em Ilhabela] antes”, contou Thiago Alves, que vai atuar como trimmer na tripulação do Bacanas 4.

    As disputas nas regatas oceano ocorrem nas classes ORC, BRA-RGS, C-30, HPE-25, Clássicos, Bico de Proa, Mini e Multicasco. A programação de regatas do evento consta no site oficial www.sivilhabela.com.br/programacao/

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.