• Marcello Veríssimo

    Filas, trânsito congestionado, restaurantes e bares lotados, gente bonita, turistas endinheirados sem problemas em gastar dinheiro. Ilhabela reafirma mais uma vez sua vocação turística como “balneário da elite paulistana” durante a abertura da 49ª Semana Internacional de Vela.

    O clima de verão, em pleno inverno, colaborou e a Vila, centro histórico do arquipélago, que concentra a maior parte dos atrativos turísticos do município, ficou lotado. Oportunidade perfeita para se divertir entre, descansar da correria do dia a dia, paquerar. São muitas as alternativas, principalmente para os jovens, neste período de férias.

    Mas também a chance de trabalhar, garantir aquela renda extra na baixa temporada. “A ilha está superlotada, uma circulação muito boa no comércio, o clima está ajudando e nós na expectativa de fazer muitos shows durante a Semana de Vela. Então, o que esperamos é todo mundo trabalhando bastante nos próximos dias”, comemorou o músico Marcelo Batuque, da dupla “Power Samba”, que anima os turistas junto ao seu parceiro de trabalho Felipe Bianchi. “A ilha terá eventos durante toda a semana e levaremos o melhor do samba em todas as suas vertentes”, eles dizem sobre o som que tocam.

    Quem também está confiante para uma semana de muito movimento e excelentes resultados é Ronaldo Luís, gerente de um bar/restaurante, que fica em uma das esquinas mais famosas da ilha, a da chamada Rua do Meio. “A Semana de Vela proporciona um movimento bem intenso, importante para a cidade, para o comércio, que a partir de agora começa o aquecimento para o que está por vir no verão. Esse ano sem pandemia, pretendemos trabalhar muito”, disse o gerente, animado pelos dias que virão.

    A reportagem do JDL circulou pelos arredores da Rua do Meio e comprovou que o potencial da Semana de Vela é importante para o município. Hotéis, pousadas, bares e restaurantes já vivem o clima para a chegada dos velejadores, que irão disputar as regatas oceano a partir do próximo desta sexta-feira (22). A SVI já faz parte do calendário oficial de eventos do arquipélago por quase cinco décadas. “Sempre que é possível estamos em Ilhabela, na Semana de Vela vira um paraíso, tem tudo de melhor: gente bonita, diversão, serviços com qualidade e ótimas praias, gosto muito”, disse Priscila Machado, analista de sistemas de São Paulo.

    Passeios Clássicos- Ilhabela reserva opções para todos os gostos em um destino de praia. Antes do agito noturno, os turistas aproveitam os clássicos passeios de barco e escuna rumo a diferentes destinos da ilha e seus arredores, que a cada temporada voltam remodelados.

    Na escuna pirata “Black Swan”, ou seja, Cisne Negro em inglês o anfitrião é ninguém mesmo que o pirata Jack Sparrow, no cinema interpretado pelo ator Johnny Depp, mas que ganhou vida própria e fama na pele do ator caiçara David dos Santos Miguel. “Todos os dias, menos às terças-feiras, a escuna pirata parte do píer da Vila, às 11h, navegamos até a Praia da Fome, atracamos por cerca de 60 minutos para que todos possam desfrutar de uma das praias mais lindas de Ilhabela e que só pode ser acessada por barco”, diz Jack Sparrow. “Depois partimos para a praia do Jabaquara, que tem um dos melhores restaurantes da cidade e onde permanecemos em torno de 3 horas. Todos aproveitam um dia maravilhoso e conhecem histórias e lendas da ilha”, explica o capitão Jack Sparrow. “Histórias sobre tesouros e piratas, feiticeiras e criaturas marinhas”, destaca o marujo. O desembarque no píer da Vila acontece por volta das 17h.

    O empresário Marcelo Mendes, que trabalha com o “capitão Jack Sparrow” disse que o público tem a chance de fazer um dos melhores passeios de Ilhabela pelo melhor preço. “Adultos pagam R$100, crianças abaixo dos 10 anos pagam meia e abaixo dos cinco anos não pagam”. Para saber mais, siga a Escuna Pirata de Ilhabela no Facebook e no Instagram. Reservas e outras informações no (12) 992208761.

    Em outro ponto do arquipélago, ao sul, o passeio realizado pela escola de mergulho Colonial Diver dura aproximadamente 2 horas, saindo do santuário da Ilha das Cabras. A embarcação Netuno percorre cerca de 15 praias em sua rota, que inclui a Praia Grande e a Praia das Pitangueiras, em São Sebastião. “Também inclui um cardápio vasto de opções a bordo, como salgadinhos, cerveja, caipirinha, cachorro quente”, diz Kelly Rodrigues, gerente da Colonial.

    A Colonial Diver ainda dispõe de outras opções de lazer como diferentes tipos de mergulho. Consulte pelo telefone (12) 39849459 ou no WhatsApp (12) 99724-9459 e siga o Instagram @colonialdiverilhabela

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.