• Marcello Veríssimo

    Principal nome do Partido dos Trabalhadores na disputa pelo governo de São Paulo, o pré-candidato Fernando Haddad está desde ontem no Litoral Norte cumprindo compromissos de sua agenda política. Nesta quinta-feira (7), Haddad participou de reuniões, solenidades e se encontrou com militantes do PT. Hoje (8) Fernando Haddad cumpre compromissos em Ubatuba.

    Durante sua passagem por São Sebastião, o pré-candidato do PT também participou de uma reunião plenária na sede do Circo Navegador, na rua Mansueto Pierotti, Vila Amélia, região central do município. Na ocasião, Haddad ouviu demandas e recebeu apoio da sociedade civil organizada.

    Apoiador de Fernando Haddad e do ex-presidente Lula, o ativista cultural e coordenador do Circo Navegador, Luciano Draetta, diz que a intenção é fazer com que o circo se torne um espaço aberto para que as candidaturas que defendem causas sociais e as minorias exponham suas plataformas de campanha. “Queremos que o legislativo federal e estadual seja mais representativo e renovado para além dos homens brancos, ricos e de meia idade”, diz ele, acrescentando que a proposta é que o Circo Navegador se torne um espaço de diálogo para apresentação de candidaturas plurais, também com foco na área cultural.

    Haddad chegou por volta das 17h, recebido com aplausos e mensagens de apoio dos correligionários. O encontro reuniu personagens importantes na história do PT de São Sebastião, entre eles as jornalistas Raquel Salgado, Maria Angélica, Priscila Siqueira e a presidente da Associação de Amparo à Mulher Sebastianense, Beth Chagas, além de outros representantes de movimentos sociais de Ilhabela e também de São Sebastião, juntamente com integrantes dos diretórios municipais do Partido dos Trabalhadores. “Chegou a hora do mar da raiva, do ódio dar lugar ao mar do amor e da esperança. O plano de governo popular, democrático, é assim: com a participação de todos. A campanha vencedora do nosso pré-candidato ao governador precisa passar por todo esse estado, que é enorme. Hoje tivemos uma pequena demonstração de toda a energia e força que Fernando Haddad carrega nesta caminhada. Com tantos desafios que nossa cidade possui tenho certeza que teremos um governador afinado com nossas pautas, parceiro e do nosso lado para transformarmos de verdade São Sebastião”, disse Fernando Puga, pré-candidato a deputado estadual e uma das lideranças do PT de São Sebastião.

    Haddad disse que é de extrema importância percorrer o estado fazendo campanha e agradeceu a cada eleitor que o acompanha. “Cada região que visitamos recebemos muita contribuição para o programa de governo, que se nós não viéssemos não sentiríamos essa intensidade de saber o que é importante para cada região. Esse é um tipo de interação que não tem nada que substitua esse contato face a face”, disse o pré-candidato, que ainda lembrou sobre a imensidão do estado de São Paulo e do Brasil. “Nós fizemos várias campanhas nacionais Lula, Dilma e eu em que isso ficava expresso nos lugares mais longínquos do país, e não é apenas um gesto para se ter uma imagem bonita para a televisão”, disse Haddad, que agradeceu o contato e a interação que viveu na cidade com os trabalhadores portuários e também com moradores de Ilhabela. “Pessoas que estão preocupadas com meio ambiente, com saneamento básico, com a educação e os empregos que a privatização do Porto pode acarretar. É muita coisa que vamos ouvindo e que fica na memória com mais intensidade do que ler um documento”.

    Fernando Haddad falou ainda sobre as pesquisas eleitorais que apontam sua vitória. Na pesquisa Datafolha mais recente, divulgada no dia 30 de junho, o ex-prefeito paulistano lidera com 34% das intenções de voto, seguido pelo atual governador Rodrigo Garcia (PSDB) e o ex-ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas (Republicanos), ambos com 13%. O Datafolha ouviu 1.086 eleitores entre os dias 28 e 30 de junho. “Eu não deixo de estar otimista, mas sei que o que nos espera não será brincadeira”, disse Fernando Haddad. “Vamos lutar com máquinas muito poderosas do Governo Federal, do Governo Estadual com a força do dinheiro, o dinheiro nunca está do nosso lado, mas o dinheiro seria prejudicado pela distribuição de renda, pelo acesso a educação, pelo SUS e tudo isso para eles é gasto, prejudica os negócios, diminui a taxa de lucro, que já é a maior do mundo aqui no Brasil”.

    Litoral Norte de São Paulo – Fernando Haddad falou com exclusividade à reportagem do JDL, logo após seu discurso aos eleitores. Cercado por correligionários, Haddad disse que pretende investir em políticas públicas para reorganizar o estado de São Paulo e suas perspectivas para essa corrida eleitoral rumo ao dia 2 de outubro. “Recentemente, conversei com o cardeal Dom Odilo Scherer sobre a questão da fome e da miséria no país, me comprometi a tomar as primeiras medidas com os prefeitos do estado para que a partir do ano que vem não cruze os braços diante de tanta miséria nas ruas da cidade de São Paulo e do estado. Vamos começar uma grande luta contra e dando condições dignas para as famílias reorganizarem suas próprias vidas, que foram totalmente destroçadas, inclusive por falta de apoio governamental em um momento tão difícil”.

    Somente na metrópole paulistana são aproximadamente 40 mil pessoas morando na rua. “No estado [de São Paulo] a estimativa é de mais de 100 mil pessoas vivendo na rua, conversei com o bispo da região, que me assegurou que essa situação tem sido regra nas cidades do litoral e vou chamar um sistema efetivo para isso, fazer um censo dessa população e começar a trabalhar para melhorar a vida do povo de São Paulo”.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.