• Nesta sexta-feira (1), às 19h, a Prefeitura de São Sebastião, por meio da Fundação Educacional e Cultural “Deodato Sant’Anna” (Fundass), e a Comunidade Negra Iadalin, realizam a exibição do documentário “Gilda Brasileiro Contra o Esquecimento”, no Espaço Cultural Batuíra, no bairro São Francisco.

    A obra traz à tona histórias invisibilizadas e silenciadas de africanos que passaram pelo Litoral Norte e o Vale do Paraíba. Através do documentário, é proposto um avivamento da memória e um chamamento para que os jovens não percam de vista suas origens que sempre tentaram apagá-las, tendo a possibilidade de projetar uma valorização e construção da identidade.

    A abertura da atividade contará com a apresentação do poeta SV7URNO. Após a exibição do documentário, será feita uma roda de conversa, mediada por Carol Mammacita, com a proposta de uma socialização do conhecimento ancestral dos africanos e afrodescendentes que por aqui passaram e uma imersão nas memórias subterrâneas.

     

    Sinopse

    Intrigada com histórias mal contadas da cidade de Salesópolis, a professora de química carioca Gilda Brasileiro descobre uma estrada clandestina usada por traficantes de escravos no século XIX. Engajada na investigação buscando documentos que comprovem sua pesquisa, ela realiza um curta sobre o passado que o município finge ignorar, ao mesmo tempo em que o diretor Roberto Manhães Reis procura em fotografias de Marc Ferrez, também do século XIX, novos detalhes sobre a escravidão no Vale do Paraíba.

    #PraTodosVerem: arte gráfica com dados sobre a exibição do documentário “Gilda Brasileiro Contra o Esquecimento”. Fim da descrição.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.