• Marcello Veríssimo

    A Corregedoria da Polícia Militar esteve nesta sexta-feira (24), em São Sebastião, para contribuir com a investigação do triplo homicídio, que aconteceu no início da madrugada, em Maresias, na costa sul do município. De acordo com a PM, o suspeito pelo assassinato do soldado Thiago Cabrito já está preso.

    A reportagem do JDL presenciou o trânsito da viatura da Corregedoria na avenida Guarda Mor Lobo Viana, na região central do município. De acordo com a polícia, um inquérito policial foi aberto para apurar quais foram as circunstâncias da morte do PM, já que informações obtidas junto aos moradores dos arredores onde aconteceu o homicídio dão conta que não se sabe o motivo da presença de Cabrioti na cena do crime. Ele estava à paisana.

    A Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo informou que não irá comentar o assunto para preservar e garantir a autonomia da investigação. O caso foi registrado no 2 DP de São Sebastião, em Boiçucanga.

    O caso de Maresias encerra uma semana violenta no Litoral Norte. Na última quarta-feira (22), o policial civil Robson Aniceto, o Robinho, foi baleado durante uma tentativa de assalto a uma casa de ração no bairro Travessão, em Caraguatatuba. Ele foi alvejado por pelo menos três tiros, sendo que dois no abdômen, furando seu intestino e ocasionando a perda de um dos rins. Outro disparo atingiu o pulso. Em áudio divulgado por aplicativos de mensagens, Aniceto diz estar bem. “Os médicos disseram que foi um livramento, vou me recuperar bem”, disse ele, agradecendo prontamente o atendimento que recebeu em Caraguatatuba.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.