• A Prefeitura de Ilhabela esteve presente nesta quinta-feira (23), no Seminário do Fórum dos Fundos Soberanos Brasileiros, realizado no auditório Caminho Niemeyer, na cidade de Niterói (RJ).

    O encontro teve o objetivo de entender as características de cada Fundo de Royalties e a respectiva política de investimento. O secretário-adjunto de Gestão Financeira, Fernando Cresio da Silva representou a Prefeitura de Ilhabela na ocasião.

    “Quando fui prefeito entre 2009 e 2016 os royalties representavam 15% do orçamento e hoje representam 50%. Cresceu muito e convivemos com batalhas judiciais para discutir sociedades territoriais, o que é um absurdo. O Fundo Soberano é importante para pensarmos no futuro”, destaca o prefeito Toninho Colucci.

    O secretário-adjunto de Gestão Financeira, Fernando Cresio, fez uma palestra no encontro e explicou aos presentes e internautas como e a porcentagem dos aportes que o município direciona ao Fundo Soberano dos Royalties de Ilhabela, que hoje conta com R$ 400 milhões.

    “Ilhabela foi uma das primeiras cidades a criar um Fundo Soberano visando planejar o futuro das novas gerações, já que os recursos dos royalties podem sofrer cortes ou até mesmo chegarem ao fim”, explicou Cresio.

    Fernando Cresio também explanou o passo a passo dos recursos, sobre o conselho administrativo dos royalties e sobre o Confiro (Conselho Municipal de Acompanhamento das Aplicações dos Royalties), esse com um diferencial dos outros conselhos, o único que conta com a participação da sociedade civil.

    Hoje, Ilhabela direciona 25% dos royalties recebidos para o Fundo Soberano, que são aplicados principalmente em títulos públicos, que são investimentos mais conservadores e com menos risco de perda.

    Os royalties também são destinados a Educação e a Saúde. Além disso, são os responsáveis por investimentos em saneamento básico, obras, Bolsa Atleta, Bolsa de Estudo (superior e técnico) e muito mais.

    Após a apresentação do Fundo Soberano de Ilhabela, o secretário adjunto participou de um debate com os demais participantes.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.