• Marcello Veríssimo

    A Justiça de Caraguatatuba condenou no início desta semana um homem sob acusação de tentativa de homicídio a 9 anos e dois meses de prisão. A sentença foi dada nesta terça-feira (7) no Plenário do Tribunal do Juri no Fórum do município. Ele já estava preso preventivamente.

    O crime aconteceu em 2017, após uma discussão entre os dois criminosos durante um churrasco no bairro Perequê-Mirim. O acusado, que não teve a identidade divulgada, foi denunciado pelo promotor de Justiça Renato Queiroz de Lima por ter disparado várias vezes contra a vítima.

    O caso foi bastante divulgado pela imprensa. De acordo com a imprensa, na época, o churrasco foi realizado para comemorar a prisão de um traficante. Com a prisão deste traficante, o atual réu passaria a chefiar “biqueiras” pelo bairro. O homem condenado e a vítima teriam uma rixa anterior envolvendo uma negociação para venda de um veículo e um terreno.

    A vítima sobreviveu. A promotoria diz que depois de ter sido alvejado pelos primeiros tiros, ele tentou se esconder em um matagal, mas foi perseguido por seu algoz. Ao encontrar a vítima, de acordo com a denúncia, o condenado ainda atirou outras vezes. Mesmo gravemente ferido, o homem ainda conseguiu se levantar e sair correndo.

    O crime só não foi consumado porque o irmão da vítima gritou por socorro, o que foi suficiente para assustar o acusado e um comparsa, que fugiram do local.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.