• Marcello Veríssimo

    A Polícia Militar Ambiental, em operação conjunta com a Fundação Florestal, flagrou a ação de dois caçadores no Parque Estadual da Restinga de Bertioga, próximo da divisa com Boracéia, na costa sul de São Sebastião. A área do parque abrange e protege integralmente os rios Itaguaré e Guaratuba, além de uma área correspondente a 7km de praias, entre elas a praia de Boracéia. O flagrante aconteceu na última sexta-feira (20).

    A dupla de caçadores foi presa e multada em R$ 6mil. A ocorrência começou quando as equipes realizavam patrulhamento no parque e perceberam pegadas, o que chamou a desconfiança dos policiais e dos vigilantes. A entrada no Parque Estadual Restinga de Bertioga é proibida sem autorização da Fundação Florestal.

    De acordo com a Polícia Ambiental, após utilizar técnicas de rastreamento e camuflagem foi possível deter os caçadores pela caça ilegal. A polícia apreendeu com a dupla uma espingarda de repetição calibre 22 carregada e um PIU, um tipo de apito utilizado para atrair aves e animais silvestres.

    Um dos caçadores também foi flagrado com uma mochila em que guardava um verdadeiro arsenal com 37 munições de diversos calibres intactas, duas armadilhas, uma câmera camuflada para filmagem e fotos especiais para caça, além de dois facões, um canivete, um martelo e acessórios de pesca.

    A ocorrência foi apresentada na Delegacia Sede de Bertioga. De acordo com a polícia, a dupla de caçadores infringiu os artigos 29 e 52 da lei de crimes ambientais e também o artigo 69 ao entrar na Unidade de Conservação sem autorização.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.