• A Polícia Civil de Ilhabela prendeu, nesta quinta-feira (19), um homem de 73 anos, sob acusação de estupro de vulnerável. Ele foi condenado a 12 anos de prisão pelo crime, que ocorreu em 2019. O homem foi preso em casa no bairro Itaquanduba, região norte do arquipélago, mesmo local em que teria praticado o crime.

    O homem preso na manhã desta quinta-feira teria cometido violência sexual contra uma menina de apenas 10 anos de idade. O filho do estuprador também está preso acusado de estupro desde 2018.

    Desdobramento – Em um desdobramento da “Operação Skyfall”, que prendeu ontem um suspeito de cometer o crime de pedofilia na internet, a Prefeitura de Ilhabela afastou nesta quinta-feira o investigado D.M, de 47 anos, preso pelos policiais na ação desta quarta-feira.

    A prefeitura afastou D.M, que é servidor público efetivo, após receber uma Ordem Judicial determinando seu afastamento. A Prefeitura de Ilhabela informou que transferiu o servidor público para funções administrativas fora do convívio escolar, assim que soube das investigações da Skyfall.

    O homem trabalhava em uma escola pública municipal no bairro Saco da Capela. Após passar por uma audiência de custódia, D.M vai responder pelo crime em liberdade. Se condenado, a pena pode variar de 1 a 4 anos de cadeia e multa.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.