• Foi deflagrada pelo MPSP, na manhã desta terça-feira (3/5), a primeira fase da Operação Delay  para desarticular grupo criminoso que praticava fraudes bancárias por meio da internet. Com o apoio da Divisão de Crimes Cibernéticos da Polícia Civil de São Paulo (DCCIBER) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPRJ, o Cybergaeco cumpre 31 mandados de busca e apreensão nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

    De acordo com as investigações, uma falta de sincronia no processamento de compras com cartão e transferências por PIX era explorada pelos criminosos para duplicar fraudulentamente o saldo das contas em prejuízo da instituição financeira.

    O esquema movimentou quase R$ 2,5 milhões entre fevereiro e março de 2021 e envolveu centenas de contas bancárias e máquinas de cobrança.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *