• A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Saúde (SESAU) e da Fundação de Saúde Pública (FSPSS), informa que continua disponível para pessoas com 60 anos ou mais a aplicação de quarta dose contra Covid-19, assim como a vacina contra Influenza (gripe).

    Para se imunizar, o idoso deve comparecer em uma das 24 Unidades de Saúde da Família (USFs) – confira os endereços clicando AQUI -, de segunda a quinta-feira, das 9h às 16h, e apresentar CPF, documento com foto e carteira de vacinação. É necessário respeitar o intervalo de 120 dias entre as doses.

    Para os demais públicos, estão disponíveis nas USFs, nos mesmos dias e horários, as seguintes doses contra Covid-19:

    – crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos: primeira e segunda doses;

    – adultos entre 18 e 59 anos: primeira, segunda e terceira doses.

    Em todos os casos, deve-se aguardar o prazo de 120 dias entre as doses.

    Influenza

     

    Além das pessoas a partir de 60 anos, também podem se vacinar contra Influenza profissionais da Saúde, devendo, para isso, comprovar o exercício da função e apresentar a carteirinha de vacinação. Os profissionais que não tiverem recebido a dose anterior de Sarampo receberão este imunizante juntamente com o da Influenza.

    A partir do dia 2 de maio, a vacina da gripe estará disponível para crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes e puérperas. A partir de 9 de maio, poderão se vacinar povos indígenas, professores, pessoas com deficiências (PcDs) e com comorbidades.

    Na última etapa da campanha, a partir de 16 de maio, a vacinação se estenderá a caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo e portuários; forças armadas e de segurança e salvamento; funcionários do sistema prisional; população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medida socioeducativa. 

    A vacina contra Influenza disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é a trivalente, produzida pelo Instituto Butantan. A formulação é constantemente atualizada para que a dose seja efetiva na proteção contra as novas cepas do vírus. A vacina será eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.