• A Prefeitura iniciou na noite da última quarta-feira (30/3), o curso “O patrimônio cultural de Ilhabela”, reunindo 83 pessoas, entre guias, monitores culturais, professores e interessados em geral.

    O curso será ministrado até o dia 1° de abril, sempre às 19h, no auditório do Paço Municipal “Pasquale Colucci” e a orientação do curso é realizada pelo arqueólogo e historiador, Plácido Cali.

    “A ideia é implantar os conceitos de patrimônio cultural e a história dos bens culturais de Ilhabela, visando instrumentalizar, por exemplo, os guias e monitores que atuarão na monitoria da Fazenda Engenho D’Água”, destacou o secretário de Cultura, Marquinhos Guti.

    Apesar da divulgação sobre a história da Fazenda Engenho D’Água, a partir dos poucos documentos disponíveis, ainda prevalecem algumas lendas e informações equivocadas sobre o local, além de não existir muito material de referência para os interessados em conhecer a história de Ilhabela e seus bens.

    O orientador do curso, Plácido Cali, é historiador e arqueólogo, tendo já coordenado cerca de 450 projetos de Arqueologia e Patrimônio Cultural. Foi arqueólogo de órgãos de preservação, como IPHAN-SP; DPH-SJC, IHGI e Professor de Arqueologia da Universidade de Taubaté. Cali também é o idealizador do Plano de Gestão do Patrimônio Cultural de Ilhabela, vencedor do Prêmio Rodrigo Melo e Franco, do IPHAN.

    As especialistas do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Olívia Malfatti Buscariolli (arquiteta) e Maryclea Carmona Maués Neves (analista) também farão parte da programação do curso.

    Camila Migliorini

    Assessoria de Imprensa Prefeitura de Ilhabela

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.