• Neste sábado (2), é comemorado o Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) no ano de 2007 e foi escolhida com o objetivo de levar informação à população para reduzir a discriminação e o preconceito contra pessoas que apresentam o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

    Este ano, no contexto nacional, o tema da campanha é “Lugar de autista é em todo lugar“.

    #PraCegoVer: A secretária de Educação, Márcia Paiva, posa para foto com os alunos Enzo e Dante Corsi. Eles vestem camisetas estampadas com desenhos produzidos por Enzo (Foto: Lais Fontes/PMC)

    A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), aderiu à campanha nacional que pede aos órgãos públicos que iluminem suas fachadas na cor azul, em alusão ao Dia Mundial do Autismo, quando instituições do mundo inteiro se unem ao movimento ‘Acenda uma Luz Azul’ (em inglês Light It Up Blue).

    A secretária de Educação, Márcia Paiva, contou que além da iluminação da fachada, a Seduc entregou laços azuis aos servidores, simbolizando cada um dos 290 alunos autistas atendidos pela rede municipal e falou sobre a importância das ações.

    “Neste dia buscamos mostrar a importância tanto do acompanhamento profissional quanto do apoio da família para a socialização e desenvolvimento das crianças”, disse.

    Na rede municipal de ensino de Caraguatatuba, através do Setor de Educação Inclusiva, além do atendimento regular, os alunos autistas realizam atividades no contraturno escolar com professores do Atendimento Educacional Especializado (AEE), em salas de recursos multifuncionais.

    A rede também conta com três unidades dos Centro de Referência para Inclusão Escolar e Social (Cries), onde os alunos são acompanhados por profissionais especializados nas áreas de Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia e Psicologia.

    Como forma de prestigiar e colaborar com a visibilidade da causa, a secretária Márcia Paiva recebeu na quinta-feira (31/3), a família dos alunos Enzo Corsi, 8 anos, e Dante Corsi, 11, ambos autistas. Os meninos estudam na EMEF Dr. Carlos de Almeida Rodrigues, no Indaiá.

    Os pais, Cátia Ramos e Daniel Corsi, contaram que durante a pandemia, devido à necessidade de isolamento social, tiveram que buscar alternativas de atividades que pudessem ser realizadas pelos meninos. A mãe contou que o filho mais velho, Dante, já demonstrava interesse e aptidão para jogos eletrônicos, levando a família a utilizar a tecnologia como recurso de desenvolvimento, buscando jogos que estimulam a coordenação motora, alfabetização e raciocínio.

    Com Enzo, inicialmente, a família enfrentou alguns desafios, pois as alterações na rotina trouxeram impacto no comportamento do menino. No entanto, a mãe percebeu o interesse do filho em desenhar através de um programa de computador, e passou a observar que o filho expressava seus sentimentos e sua realidade através dos desenhos.

    A partir daí, compartilhando com a família e amigos, surgiu a ideia de criar camisetas estampadas com desenhos feitos por Enzo. A ideia foi tão bem aceita que a família começou a comercializar as camisetas ‘By Enzo’ em uma página do Instagram (@byenzocamisetas).

    Para os pais, a possibilidade de geração de renda complementar para investir no futuro dos meninos. Para Enzo, uma alegria contagiante quando ele observa as pessoas vestindo as peças com seus desenhos.

    Durante a visita, a secretária de Educação e integrantes de sua equipe, vestiram camisetas com desenhos do Enzo. O prefeito, Aguilar Junior também fez questão de aderir ao look ‘By Enzo’ como forma de prestar sua homenagem a todos os autistas do município.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.